REAS

Da wiki Solecopedia
Ir para: navegação, pesquisa

REAS (Red de Redes de ECONOMIA ALTERNATIVA Y SOLIDARIA) é a rede espanhola de economia solidária que consiste em redes regionais a nível de comunidade autônoma (tais como a Catalunha e a Galiza) e redes setoriais. Juridicamente é uma associação de caráter não lucrativo, sem filiação partidista ou religiosa alguma sob a legislação espanhola.

Carta de Solidariedade e seus Seis Princípios

Resumem-se os objetivos da REAS na Carta Solidária (em espanhol) e estão focados nos seguintes seis pontos:

  • Igualdade: satisfazer de maneira equilibrada os intereses respetivos de todos os protagonistas (trabalhadores, empresários, sócios da associação ou acionista da empresa, clientes, fornecedores, comunidade local, nacional e internacional....)
  • Emprego/Trabalho: O objetivo é criar empregos estáveis e favorecer o acesso a pessoas desfavorecidas ou pouco qualificadas. Assegurar a cada membro do pessoal condições de trabalho e uma remuneração digna, estimulando seu desenvolvimento pessoal e suas tomas de responsabilidades.
  • Meio ambiente: Favorecer ações, produtos e métodos de produção não perjudiciais com o meio ambiente a curto e longo prazo, de maneira que o desenvolvimento possa ser sustentável no tempo sem riscar o futuro das gerações que virão.
  • Cooperação: Favorecer a cooperação como um valor mais humano, mais rentável e mais eficaz, em lugar de basear-nos na concorrência dentro e fora da organização.
  • Sem ánimo de lucro: Que todos os benefícios que a boa gestão gerarem sejam para investir na melhora dos meios para continuar trabalhando na mesma direção e nunca para repartir entre os gestores ou associados.
  • Compromisso com o entorno: Estreitar laços com a população na vizinhança do território onde realizamos as nossas atividades produtivas de maneira que seja o conjunto do nosso entorno aquele que avance conjuntamente conosco.

História e Presentaçãon Geral

Fundou-se a REAS em 1995 como rede de aquelas entidades conscientes da dificuldade de integrar aqueles social, econômica e culturalmente marginalizados e em 2000 reformou-se como uma rede de redes regionais y setoriais como jeito de ultrapassar o secionalismo (indiferência a outros setores de economia solidária) e regionalismo. Algumas organizações sócias da REAS existem desde a década 1980s e outras nasceram como consequência da crise econômica que atacou a Espanha em 1993, e o 80% delas agem localmente.

Suas atividades produtivas incluem vários domínios, tais como reciclagem, serviços financeiros, transporte, serviço de mensajaria por bicicletas, agricultura, jardinaría, assessoría, educação ambiental, comércio justo, grupos de troca, cooperativas de consumo, livrarias sobre economia solidária, catering, alojamiento e serviço de limpeza. Seu sítio portal (em espanhol) oferece notícias não somente da España mas também da Latinoamérica e outros países, arquivos e outros recursos úteis sobre a economia solidária.

Link Externo

Portal de Economia Solidária(mantido pela REAS, em espanhol)